Moço(a), até quando você vai implorar por migalhas?

 In Sem categoria
Texto da Psicóloga Ivonete Rosa | @ivoneterosa.escritora

Moço(a), até quando você vai implorar por migalhas?

Sem nenhum rodeio, vou te perguntar: até quando você vai se contentar com tão pouco? Quando você vai apropriar do seu valor? Até quando você vai implorar por migalhas? Por que você insiste em regar essa planta morta? Até quando você vai colocar essa pessoa no pedestal, enquanto se rasteja no chão por ela?

Desculpe-me pela abordagem nada delicada, mas é que, às vezes, é necessário um tratamento de choque para a gente acordar, sabia? Querido(a), como você pode dar tanto poder a uma pessoa para desestabilizar o seu emocional? Você se comporta como se essa pessoa fosse a única no mundo, justamente alguém que não tem a mínima consideração por você. Onde foi parar a sua dignidade? Me diz!

Até quando você vai perdoar traições, desrespeitos e descasos? Em que lugar você se abandonou para se submeter a tanta indignidade? Se você tirasse essa pessoa do pedestal e voltasse o olhar para si mesmo(a), as coisas mudariam de rumo. Há quanto tempo você não faz algo de bom por você mesmo(a)? Seu mundo tem girado em torno dessa pessoa que não tem nada a te oferecer.

A vida está passando, moço(a)! O tempo não espera ninguém. Há tantas possibilidades, tantas pessoas bacanas, mas você não olha para os lados. Sabe, eu até entenderia a sua fixação por essa pessoa, se ela fosse bacana e recíproca contigo. Mas não é o caso, né?

Você precisa tirar essa pessoa do pedestal. Precisa entender que ela não é tudo isso. Ocupe esse lugar que você a coloca. Que tal?

Desculpe te desanimar, mas anota aí: essa pessoa vai continuar sambando em cima da sua dignidade. Isso vai acontecer até você se posicionar e entender que não nasceu para se contentar com tão pouco. Migalhas nunca serão alimentos de quem se respeita e de quem se valoriza, entenda.

Desculpe o puxão de orelhas. É que é duro ver alguém tão incrível se comportando como se fosse um(a) qualquer. Eu nunca vou me conformar com isso. Você é tão precioso(a)! Só falta se dar conta disso.

Posts Recentes

Deixe um Comentário