Ela demoliu a velha estrutura. É tempo de reconstrução

 In Comportamento
Texto de Ivonete Rosa

Ela demoliu a velha estrutura. É tempo de reconstrução

A cada dia, ela amanhece com uma nova percepção acerca do mundo à sua volta e sobre si mesma. Tantas “verdades” que lhe empurraram goela abaixo, sem que ela tivesse ao menos a oportunidade de questioná-las. Ensinamentos que nunca a interessaram, regras alheias, receitas prontas vindas de pessoas que ela nunca admirou.

Ela entende que essa desconstrução não será um processo fácil. Ela sabe da complexidade envolvida nessa ressignificação. A reforma começou pela demolição da forma como ela percebia os relacionamentos afetivos.

Tantos conselhos torpes que ela levou a sério, vocês não fazem ideia. Ensinaram a ela que, num relacionamento, a mulher não precisa gostar tanto do parceiro. Ancorando-se nessa premissa, ela subiu ao altar sem frio na barriga, sem admiração, sem afinidades, e sem conexão alguma com o moço. Aquela mulher intensa sentiu na pele, e na alma, a angústia de trocar beijos com gosto de isopor por alguns anos. Ela não suportou e arrancou aquela aliança que simbolizava uma algema.

Ela se deu conta das incontáveis oportunidades que ela perdeu de ser ela mesma. Tantos “sins” querendo dizer “não”; tantos “nãos” com os olhos famintos querendo dizer “sim”. Ela entendeu que não é possível ser feliz e viver com autenticidade baseando-se em verdades alheias.

Tudo o que ela deseja daqui para frente é viver o que acredita, sem receios de julgamentos. Ela não está interessada nas receitas dos outros, ela quer usar os ingredientes que ela escolher, errando e aprendendo, mas, acima de tudo, vivendo as próprias escolhas.

Ela demoliu a velha estrutura, é tempo de reconstrução.

Posts Recentes

Deixe um Comentário