Ela é brisa e vendaval, uma mulher no plural

 In Poesias
Texto de Ivonete Rosa@ivoneterosa.escritora

Ela é brisa e vendaval, uma mulher no plural

Muitos a interpretam como orgulhosa, quanta injustiça! Ela é apenas tímida e reservada. Ela aprendeu, sentindo na pele, que só deve confiar em pouquíssimas pessoas, e, às vezes, somente em Deus.

De tanto dar de cara com a deslealdade e a falsidade, ela fez da prudência o seu escudo. Ela parece fria e distante, mas é dona de uma alma efervescente, uma tradução fiel da palavra intensidade. Ela detesta aperto de mãos frouxos e abraços superficiais.

Ela não é a mesma com todos, cada um tem aquilo que extrai dela. Ela carrega uma menina na alma, sua melhor versão. Ela é sonhadora, impulsiva, inquieta, e distraída, às vezes.

Generosa, ela abriga várias mulheres que compõem a sua essência. Num passado recente, essas mulheres não se entendiam, aconteciam muitos conflitos entre elas. A tímida tentava controlar a desinibida; a conservadora tentava castrar a sensual. A convivência parecia impraticável.

Num belo dia, ela sentou-se com todas e deixou claro que cada uma era muito importante para o seu equilíbrio e que queria todas convivendo harmoniosamente. Deu certo. Hoje, a paz, o respeito e a empatia norteiam a convivência dessas mulheres tão distintas que residem em sua alma.

Sua melhor amiga, desde a infância, é a resiliência, elas são inseparáveis.

Ela parece séria, mas é hilária. Ele dança músicas bregas diante do espelho, nesses momentos, ela se sente a mais linda das mulheres. Finalmente, ela aprendeu a ser feliz sem culpa. Houve uma época em que ela sentia-se desconfortável até por acordar tarde, como se isso fosse um pecado, acredita?

Com a maturidade, ela descobriu que a sua própria companhia é maravilhosa, acontece de ela passar um feriado inteiro se curtindo. Ao contrário do que parece, ela acredita no amor. Mas tem que ser amor para transbordar, amores econômicos não a interessam.

Seu perfume predileto é o cheiro do filho, e ser chamada de “mãe” a faz sentir-se sagrada. Sua oração favorita é sentir gratidão, e Deus a tem guardada na palma de Sua mão.

Posts Recentes

Deixe um Comentário